Escolha uma Página

As cervejas artesanais estão, atualmente, incluídas entre as bebidas favoritas de um novo público muito mais exigente com a qualidade do que consomem. Mas nem sempre foi assim — a história do mercado de cervejas artesanais, ainda que relativamente recente quando o comparamos com a história da cerveja no geral, tem pelo menos 30 anos.

E, antes de continuarmos falando a respeito dele, é fundamental ressaltar: quando falamos em uma “história do mercado de cervejas artesanais”, estamos nos referindo ao movimento que surgiu nos Estados Unidos no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Afinal, este é o movimento que influenciou toda uma geração e causou um impacto que perdura até hoje. 

 

Primórdios

No remoto ano de 1873, os Estados Unidos tinham mais de 4 mil cervejarias distribuídas ao redor do país. A lei seca, porém, veio em 1920 e proibiu o consumo de bebidas alcoólicas a todas as pessoas. Quando ela foi revogada, 13 anos depois, e as pessoas puderam voltar a beber, o mercado já não era mais o mesmo.

Para tentar recuperar os anos perdidos, a estratégia das grandes cervejarias foi apostar em técnicas de produção em massa e em muito marketing, o que diminuiu bastante a qualidade das bebidas. O resultado disso foi um crescimento nada constante. Em 1934, cerca de 750 cervejarias estavam produzindo nos Estados Unidos. Em 1950, esse número já havia caído para pouco mais de 400. Em 1983, o país tinha menos de 100 cervejarias.

Renascimento – o início da história moderna do mercado de cervejas artesanais

Tudo isso foi um reflexo direto da queda na qualidade das cervejas, visto que a quantidade passou a ser a verdadeira prioridade das grandes cervejarias. No entanto, em meados da década de 1980 o cenário começou a mudar, dando início à história do mercado de cervejas artesanais.

Pouco antes disso, em 1978, o então presidente Jimmy Carter legalizou a produção caseira de cervejas, conhecida como homebrewing. Foi graças a isso que cervejas mais focadas na qualidade começaram a surgir; afinal de contas, agora elas não estavam sendo produzidas por grandes empresas, mas sim por verdadeiros admiradores de bebidas com sabores mais característicos e marcantes.

Foi exatamente aí que surgiram as craft beers, as que conhecemos por aqui como cervejas artesanais. Para se ter uma ideia do tamanho do crescimento que o mercado cervejeiro teve nos Estados Unidos graças a esse movimento, basta comparar os números. Atualmente, a quantidade de cervejarias artesanais pequenas presentes no país ultrapassa os 4 mil.

A influência no mercado brasileiro e na Cervejaria Barra Sul

O fato de todo esse movimento ter ganhado força no final da década de 1990 e no início da década de 2000 ajudou o novo estilo de fazer cerveja americano a influenciar o restante do mundo. Isso porque estamos falando da era em que a internet e a globalização começaram a crescer consideravelmente — e foi com isso que cervejeiros do mundo inteiro passaram a trocar informações e dividir técnicas, para que, assim, o mundo inteiro pudesse ter cervejas de qualidade.

Aqui na Cervejaria Barra Sul, nós também seguimos a filosofia. Algumas de nossas maiores cervejas surgiram graças à história do mercado de cervejas artesanais dos Estados Unidos, incluindo as consagradas Juicy IPA e APA. 

Graças ao fato de estarmos localizados em Balneário Camboriú, uma cidade litorânea e de clima subtropical, muito da nossa influência vem da cena de cervejarias da Califórnia e das cervejas comumente produzidas por lá. Nós estamos no mercado desde 2017, ajudando a escrever esta bela história do mercado de cervejas artesanais!

Receba cervejas Barra Sul na sua casa

Mora em Camboriú, Balneário ou Itajaí e quer receber as cervejas da Barra Sul na sua casa?

Peça em Casa!

 

Nosso delivery de latas já está 100% funcional e agora você pode curtir uma Barra Sul fresquinha sem sair de casa.

Peça já seus crowlers em:

https://app.menudino.com/cervejabarrasul

Fale Conosco